Copel Energia (CPLE6) – Conselho aprova mútuo com a Copel GT e duas SPEs

2018-07-16T10:16:44+00:00 12/07/2018|Boletim Diário, Empresas e Setores|

O Conselho de Administração da Copel Energia aprovou ontem (11/julho) a celebração de contratos de mútuo entre a Copel Geração e Transmissão e as SPEs dos Complexos Cutia e Bento Miguel, com vigência até 31.12.2018, sendo R$ 40,0 milhões para o complexo Cutia e R$ 222,0 milhões para o complexo Bento Miguel.

Trata-se de uma operação normal no curso dos negócios da Controladora Copel Energia e suas controladas, Copel GT e SPEs. Ao final do 1T18 a dívida líquida da companhia somava R$ 8,4 bilhões (3,3x o EBITDA) após captação de R$ 1,2 bilhão no trimestre. O foco permanece no alongamento deste endividamento (notadamente dos R$ 2,5 bilhões vincendos nos próximos 12 meses).

Ontem suas ações estavam cotadas a R$ 21,96/ação após queda de 7,9% este ano. Nesse preço os múltiplos para 2018 são: P/L de 4,4x e VE/EBITDA de 4,6x (atrativos em nossa opinião). O preço justo de R$ 32,00/ação traz um potencial de alta de 45,7% para CPLE6.

Seguem outras decisões da Reunião do Conselho de Administração realizada ontem.

Aprovada a 4ª Revisão do Plano de Negócios da SPE Mata de Santa Genebra Transmissão e a suplementação orçamentária no valor de R$ 5,9 milhões, equivalentes a 50,1% da participação da Copel Geração e Transmissão no empreendimento.

Aprovou também a prestação de garantia (fiança corporativa) para a 4ª emissão de debêntures da Copel Geração e Transmissão, e para a 2ª emissão de debêntures da SPE Guaraciaba Transmissora de Energia na proporção da participação em seu capital social.

Em adição, o conselho recebeu informações atualizadas sobre o cenário financeiro da companhia e sobre os planos de ação e projetos para mitigar deficiências apontadas pela auditoria independente (Deloitte). Foi deliberado, por unanimidade, constituir um Comitê Financeiro para assessoramento em assuntos de natureza econômico-financeira.